domingo, agosto 10, 2008

Zeus, Deus grego a quem os jogos eram dedicados

Se a religião não conseguiu unir a Grécia, o atletismo, periodicamente, o conseguia.Tamanha importância atribuíam a esses torneios, que nem a própria invasão persa os interrompeu, enquanto os espartanos tentavam barrar os persas nas Termópilas, uma multidão vibrava com a vitória de Teágenes de Tasos. Os persas muito se admiraram de os gregos não estarem todos nas Termópilas e sim em Olímpia.O que começou como uma homenagem a Zeus, com o tempo passou a ser patrocinado pelos ricos que mantinham atletas profissionais.Os gregos são conhecidos pelo seu culto à saúde, à beleza e à força. Isso fazia com que de quatro em quatro anos se reunissem em Olímpia, Delfos, Corinto e Neméia. Cada uma das dez divisões da Ática era representada por 24 homens escolhidos pela saúde, vigor e beleza viril. Esses jogos destinavam-se também, a deixarem os homens sempre aptos para a guerra, onde teriam que arremessar lanças e pedras, e correr e pular obstáculos.Imaginamos os peregrinos e atletas partirem com um mês de antecedência, rumo ao local dos jogos.