segunda-feira, dezembro 17, 2012

natal


Os dias passaram tão rápido, foram manhãs gloriosas ou difíceis. Foram dias que se escoaram, ficando retidos no filtro da memória aqueles momentos que mais nos trazem prazer.
A cada dia que passa envelhecemos um pouquinho, mas mesmo assim parece que não nos damos conta de que o tempo passa. É ele passa, mas chega uma época do ano em que a gente fica feliz pelo passar do tempo.
É a noite de natal, quando vemos as pessoas com outros olhos.
Olhos que acarinham, olhos que pedem, solicitam, imploram : atenção, carinho, uma palavra de consolo, uma mão estendida na hora mais difícil.
Todos esses sentimentos se mesclam no Natal.
No natal queremos dar mais, mas queremos também receber mais.
Não e egoísmo. É que no Natal voltamos a ser crianças e queremos receber "aquela visitinha" do Noel, para nos trazer não mais brinquedos incríveis, mas situações favoráveis que nos lembrem que o mundo é melhor hoje do que foi a mil anos. E a gente nem estava lá. Será?
Para aqueles que acreditam que a vida é um eterno recomeçar. Recomeço de aprendizado, de oportunidades. Tempo de acertar ou errar. Mas sabendo que Deus em sua infinita misericórdia estará nos amparando sempre .E, sempre nos dando novas oportunidades de recomeçar o aprendizado interrompido.
É o Natal representa essa esperança do recomeço.
E como que reafirmando essa esperança surge o ano novo. Quando o homem velho, "o dos natais passados' . tenta deixar para trás velhos hábitos, antigos rancores. Renovando em si a esperança e, acreditando que o ano que se inicia trará em si o brilho do olhar, a paz espiritual, a saúde do corpo ou quem sabe  um novo amor.
Amor, deleite d'alma que se sente amado, agonia daquela que espera ser amado.

Nenhum comentário: