sexta-feira, novembro 24, 2006

Belém e seus antecedentes


Vicente Iañez Pinzon, foi o primeiro a navegar no Rio Amazonas, o espanhol em 1499 partiu de Palos a frente de quatro caravelas.
Houve outras espedições ainda comandadas por espanhões. Dessas, a mais importante foi a de Pedro Ursua, enviado em 1560, pelo Vice-rei do Peru, André Hurtado de Mendonça, para proceder a uma grande exploração. Varios motivos ocasionaram um grande motim na guarnição, liderado por Lopo de Aguire. Pedro de Ursua foi assassinado. Em 1561, o que restava da guarnição chyegou a foz do Amazonas.
Vale ressaltar que Diogo de Lepe, seguindo idêntica rota, encontrou um "rio muito grande de água doce". Não desembarcou devido a hostilidade dos indígenas, que matarem, com certeiras flechadas, nada menos do que dez de seus companheiros. Muitos historiadores afirmam que essa hostilidade teve origem na viagem de Pizon, que teria levado alguns índios como escravos.
Em 1541, Francisco de Orellana, a mando de Gonçalo Pizarro e a frente de 400 espanhóis e de 4.000 índios, partiu de Quito (em fins de fevereiro) para explorar as terras do El dorado y la canela. A 24 de agosto de 1542, chegava Orellana a embocadura do Amazonas, sendo portanto, o primeiro a navegar na realidade, toda a extensão daquele curso d'água. Na viagem, relatada, entre outros por Frei Gaspar de Carvajal e pelo jesuíta Alonso de Rojas, é que teria ocorrido o lendário e fantasiuoso encontro com as amazonas, na foz de Nhamundá, o qual originou o nome do grande rio.
No Pará, antes da fundação de Belém pelos portugueses, chegaram até a fundar uma aldeia em Caeté ((hoje Bragança), além de dominarem completamente o Maranhão. Mas os portugueses, depois de muita luta, conquistaram as terras maranhenses. E partiram para nova etapa : a conquista do Grão Pará.

Fonte : ANDRADE. Paulo de Tarso.Belém e suas histórias de Veneza paraense - a Belle époque (de

Nenhum comentário: